A palavra “mudança” causa arrepios a muitas pessoas, no entanto, a mudança é a única constante na nossa vida. Acontece de qualquer forma. A mudança acontece, quer queiramos, quer não. Podemos ter em conta 4 motivos que causam a nossa mudança:

  1. Intencional – ex: parar de fumar, beber, emagrecer, estudar.
  2. Natural (evolução) – pela experiência e suas consequências, com idade, pelo meio ambiente.
  3. Evento elevado impacto (acidental ou intencional) – filhos – casamento – morte de um familiar – conferência.
  4. Força maior – Não temos escolha, guerra, economia, desastre.

 

Porquê é que as pessoas mudam intencionalmente?

  1. Aborrecimento,  amor – emprego – vida.
  2. Inspiração, livro – mentor – filme – conversa – sonho.
  3. Frustração, finanças – amor – saúde.

 

A mudança é a única constante na nossa vida, seja para um lado positivo, ou negativo. Há pessoas que se motivam com dor, outras por prazer, será essa a nossa escolha. Há pessoas que assumem o compromisso e depois arranjam forma de pagar (dor), ou há pessoas que poupam dinheiro antes de fazer a aquisição.

 

A mudança pode ser provocada por 2 tipos de forças:

  • Endógena – interior, decisão, intenção – conseguimos controlar isso.
  • Exógena – exterior – não controlamos isso

Podemos mudar de emprego – as pessoas com quem nos damos – os amigos que escolhemos – a família que constituímos – e a forma como alimentamos a nossa mente, pela tv, música, literatura.

 

As pessoas mudam de uma forma positiva por dois fatores, por vontade própria e por escolha. Sem estes dois fatores, a mudança só acontece sem eu controlar a situação.

 

Nos últimos anos tenho “vivido” todos os 4 motivos acima mencionados, e aprendido que quanto mais eu abraçar a mudança, mais quero mudar. Interessante.

 

Ora vejamos alguns acontecimentos da minha vida:

  1. Aos 18 anos, os meus pais mudaram da Bélgica para Portugal, nova cultura, nova idioma. FORÇA MAIOR, não tinha escolha.
  2. Aos 21 anos, fiquei sozinho em Portugal, tive de ganhar independência. FORÇA MAIOR, não tinha escolha.
  3. Aos 27 anos, voltei a estudar, juntando gestão à engenharia. INTENCIONAL, queria fazer isso.
  4. Aos 28 anos, casei-me. EVENTO IMPACTO INTENCIONAL, queria fazer isso.
  5. Aos 29 anos, fui pai pela primeira vez. EVENTO IMPACTO INTENCIONAL, queria fazer isso.
  6. Aos 33 anos, fui promovido para diretor geral. EVENTO IMPACTO, eu queria e preparei-me.
  7. Aos 34 anos, a empresa onde trabalhava fechou. EVENTO IMPACTO, não tinha escolha.

 

Com estes acontecimentos, desde os 34 anos, tenho feito várias mudanças “intencionais”.

  1. Decidi ser empresário, comprei uma franquia de Business Coaching na ActionCOACH
  2. Decidi ser networker, aderi a um grupo de networking empresarial.
  3. Decidi ser especialista em crescimento sustentado de negócios, por isso li e estudei e ensinei vários temas.
  4. Decidi ser empreendedor e investidor, e hoje tenho vários projectos empresariais.

 

Toda a mudança intencional começa com uma decisão, para depois estabelecermos um objetivo. A seguir construímos um plano de ação para lá chega começando com o fim em mente. Concluído o plano, sabemos o que precisamos de aprender. E por fim, com ação massiva percorremos o plano rumo a conquista dos objetivos. Toda a mudança positiva e intencional começa com uma decisão? O que vai decidir hoje? Posso ajudar? A mudança é um processo, que acontece passo a passo.

 

Change is a process, not an event! Barbara Johnson

 

Para saber mais como posso ajudar basta clicar no link http://bit.ly/sessaocoaching-actioncoach e marcar um diagnóstico feito por mim ao seu negócio!

Advertisements